17 de agosto de 2016

Tostas de Verão!

Yum

Vou-me repetir: sou uma apaixonada por pão. Já usei inclusive a palavra viciada, e embora me parece muito forte para descrever a minha paixão, às vezes até parece bem empregue…. Sim porque o meu dia não corre bem se não comer pão, fico resmungona e de difícil trato...
O meu dia tem de começar impreterivelmente com pão, com a minha torradinha, senão instala-se um mau humor…fico com a sensação que não estou completa. É complicado. Às vezes é MUITO complicado.
Para terem uma ideia até que ponto estou disposta a não abdicar da minha rotina matinal, posso-vos confidenciar que a casa de férias deste ano não tinha torradeira….-também não havia micro-ondas, mas com isso eu vivi bem…
Fora de questão comprar uma torradeira… e mais fora de questão ainda ficar sem a minha torrada… por isso, e porque a necessidade aguça o engenho, e para tentar colmatar o mais possível a falta da minha precious torrada, punha pão a secar ao sol, durante as horas tórridas, para no dia seguinte conseguir ter uma fatia de pão estaladiça e crocante! Não estava quentinha e com a manteiga a derreter, mas em tempos de guerra não se limpam armas, e aquele pãozinho desidratado ao sol, super crocante soube-me sempre como se fosse a melhor torrada do mundo!
E não tem a ver só com o início do dia… gosto de comer pão, seja a que hora for. Simples, com manteiga, com o que quer que seja, doce ou salgado, em receitas salgadas ou doces, não imagino a minha vida sem pão. Como é óbvio, e a bem da minha balança, tento moderar o mais possível o seu consumo, e dou preferência ao pão escuro e com sementes… mas tem de haver pão ponto final. Não resisto.
Resumindo, vou pegar numa frase da Lia, que sucintamente diz tudo o que penso do pão: Amo tudo o que venha em cima, ou entre fatias de pão.

Posto isto, não será surpresa que vos diga que amei estas tostas.
Não foram o meu pequeno-almoço, mas isso também não será surpresa, mas foi num final de tarde que me arrebataram.
Seja de manhã, num brunch, num lanche ou jantar, não deixem de experimentar esta delícia. Please.




Ingredientes (2 tostas):
4 Fatias de Pão Caseiro
2 Tomates médios, maduros mas firmes
60g de Requeijão
1 Ovo
70ml de Leite
1 c. chá de Orégãos
Pimenta acabada de moer q.b.
Azeite q.b.

Preparação:
Ligue o forno a 180ºC.
Numa taça junte o ovo e o leite, e bata até obter uma mistura homogénea. Junte os orégãos e uma pitada de pimenta, e mexa novamente para misturar.
Elimine o topo e o fundo dos tomates e corte-os em fatias. Reserve duas fatias e distribua as restantes por duas fatias de pão. Por cima espalhe o requeijão desfeito e cubra com as outras duas fatias de pão.
Embeba as sandes na mistura de ovo, pressionando e mergulhando de ambos os lados.
Coloque as fatias num tabuleiro levemente untado com um pouco de azeite. Disponha em cima das fatias as rodelas de tomate reservadas. Salpique com um pouco de sal de pele de tomate e mais um pouco de orégãos.
Leve ao forno cerca de 20 minutos, ou até que estejam douradas.
Corte as fatias ao meio e acompanhe com um bom sumo de fruta natural.

6 comentários:

  1. Também adoro... e assim ficam uma delícia!
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Ahahahah! Pôr o pão a secar ao sol é muito bom!! É mesmo como dizes, a necessidade aguça o engenho! Não sei se fica tão bom como saído da torradeira, mas é melhor que nada! Eu padeço, ou melhor, padecia do mesmo mal. Adoro pão! Pode ser mesmo simples, sem nada, desde que seja fresco vai bem mesmo a seco! Mas pão quente com manteiga é assim qualquer coisa! Eu também gostava de pão a qualquer hora do dia! E costumo dizer que era capaz de ser feliz só a pão e queijo! Só para veres como eu era doida por pão, nas férias passadas deu-me um desconsolo por pão quente, fui às 11 da noite a uma padaria comprar pão quente e a seguir fui procurar uma estação de serviço para comprar manteiga! E é isto que faz uma louca por pão! Hoje vou finalmente de férias (era agora ou nunca) e até já estou a acovardar! Mas com a dieta tive mesmo de cortar drasticamente no consumo de pão. Agora é só ao pequeno almoço e ainda assim não é todos os dias! Mas não há nada como uma boa tosta! E essa parece-me mesmo boa! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Haha, gostei da história de pôr o pão a torrar! Gabo-te a capacidade de adaptação, nunca me ocorreria fazer tal coisa :P Mas quem não vive sem torradas tem de ter estes truques na manga :D
    Mesmo não sendo tão viciada em pão como tu, gostei muito destas tostas. A apresentação está impecável :)

    ResponderEliminar
  4. Não há nada melhor como uma tosta para acompanhar uma sopa ou uma salada.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/08/creme-de-cebola.html

    ResponderEliminar
  5. Até fiquei com fome só de olhar. Estão fantásticas!!! :)
    Bjinhos

    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...