26 de junho de 2017

Pão de Chocolate & Pimenta-Malagueta {Chocolate & Chili Pepper Bread}

Yum
Este mês, os desafios da blogosfera, nos quais costumo participar, foram particularmente desafiantes, não tanto ao nível de técnica ou dificuldade, mas em termos de sabor e gosto pessoal.
Senão vejamos: o Sweet World da Lia e da Susana permitiu-me descobrir um doce bastante peculiar, o qual não achei de difícil execução, mas que requer cuidado e dedicação. Em termos de gosto pessoal, seria claramente um doce que me passaria despercebido, não só porque é na sua essência merengue – que não aprecio particularmente – mas também pelo seu aspeto rococó. Contundo foi um doce que me deixou maravilhada pela elaboração e pelo resultado final, ainda que tenha gostado muito mais de o fazer que de o comer.
Depois temos a Ana que, no Nosso Grande Bake Off, nos pede um pão com chocolate…ora logo eu que não sou nada “chocolate lover”… mas muito decidida a não falhar nesta edição fiz um pão de chocolate. Mas não podia ser um simples pão de chocolate. Desafio por desafio, e já que tinha que desafiar também as minhas pupilas gustativas, decidi apostar tudo em dois ingredientes chave que não me seduzem… chocolate e picante. E assim, eis que surge este pão de chocolate e pimenta-malagueta.  Depois de feito e provado só vos posso dizer, que a cada edição gosto mais de participar nestes desafios, porque nos fazem sair da nossa zona de conforto, porque aprendemos imenso, seja novas técnicas ou receitas diferentes, porque nos propõem elaborar receitas que jamais faríamos se não fossem estes desafios, e que no final nos surpreendem imensamente… ou não!  Mas pelo menos chegamos ao fim e podemos afirmar – sim já fiz, conheço, gosto ou não gosto. E a cada nova edição saímos mais enriquecidos e esclarecidos.  Em relação ao pão posso-vos garantir que foi uma alegre surpresa. Não é um pão muito doce, o que me agradou muito, e no qual começamos por ter o sabor do chocolate, na dose certa, e depois experimentamos a explosão do picante! E é fabulosa essa sensação. Não é uma receita consensual, longe disso, mas vale a pena a experiência nem que seja por uma única vez.

Espero que gostem da sugestão e que se sintam tentados a experimentar.


20 de junho de 2017

Spanische Windtorte

Yum

Spanische Windtorte.
Este é o nome de mais um desafio lançado pela Lia e pela Susana, na 17ª edição do Sweet World.
Confesso a minha mais pura ignorância em relação ao doce e confesso ainda que se me cruzasse com ele dificilmente me captaria a atenção. Os merengues ainda não me conquistaram e além disso o seu aspeto rococó e com aspiração a doce de difícil elaboração imediatamente o colocariam na categoria “quem sabe um dia talvez, ou talvez não”.
Mas eis que ele chega pela edição do SW… e não há como dizer que não!

Se foi um doce difícil de executar? Nada mesmo. É demorado? Sim. Se compensa? Para os amantes de merengue não tenho a menor dúvida que sim. Eu não fiquei apaixonada, mas adorei fazê-lo. O seu aspeto demasiado decorado não faz muito o meu género, mas depois de feito e decorado, confesso que foi com alguma pena que parti a primeira fatia! Fiquei tão orgulhosa do resultado final, que me custou parti-lo 😊
Foi uma experiência bastante enriquecedora, e fez-me aperceber que os merengues já não me metem “medo”, respeito sim, sempre, mas medo já não.

Vejam algumas dicas, pormenores e curiosidades sobre o doce no blog da Lia.


16 de junho de 2017

Smoothie de Cereja {Cherry Smoothie}

Yum

Comer cerejas dá uma sensação de saciedade, de conforto, o que aliado ao seu baixo valor calórico desempenha um papel importante quando o objetivo é perder peso. Cerca de 85% da cereja é composta por água e as suas propriedades depurativas auxiliam a eliminar toxinas do organismo. As fibras e o potássio presentes na cereja favorecem uma boa circulação intestinal, garantindo a drenagem do sistema digestivo.

Por outro lado, por serem ricas em antioxidantes, as cerejas ajudam a combater eficazmente o envelhecimento cutâneo. O seu elevado índice de minerais ajuda a prevenir a desmineralização dos ossos e dos tecidos, associada ao avançar da idade e, em particular, à menopausa. Para além disso, beneficiam a circulação sanguínea, pelo que também atuam sobre a celulite. Podemos então afirmar que as cerejas funcionam como um poderoso soro da juventude!

Assim, nada melhor que um bom smoothie de cereja para começar o dia!



1 de junho de 2017

Junho é mês de...

Yum

Junho é mês de dias grandes e de bom tempo! É o mês das festas juninas, e todo o país se veste a rigor para festejar. As ruas enchem-se de aromas e cores, onde não faltam as belas e gordas sardinhas e o caldo-verde! Abrem-se as esplanadas onde os encontros de finais de tarde descontraídos se proporcionam, acompanhados pelos pires de caracóis, as bifanas, os pica-paus e muitos outros petiscos. Começa a saber muito bem estender a toalha no chão e fazer deliciosos piqueniques, aproveitando a natureza e a sua descontração.
Junho faz apetecer praia, sol, areia e bolas de Berlim! Começa-se a fazer planos de férias e escapadinhas. Todos os pretextos são bons pretextos para aproveitar ao máximo a luz e o calor.
As refeições tornam-se mais leves, e as receitas mais elaboradas dão lugar a saladas e pratos mais descontraídos, onde a introdução de legumes e frutas são claramente uma mais valia. É aliás neste mês que encontramos alguns dos frutos que eu mais gosto, frutos de caroço, como os pêssegos e as nectarinas, os alperces e as nêsperas!  E claro as minhas adoradas Cerejas!

E são exatamente as lindas e doces cerejas o ingrediente escolhido para o maravilhoso mês de junho.



E assim, deixo de novo o convite: juntem-se a mim, e até ao último dia do mês de junho, inclusive, tragam uma receita, talvez aquela que tantas vezes tem ficado em lista de espera, ou aquela que repetem vezes sem conta nas vossas cozinhas sem que lhe tivessem dado o devido destaque, ou a outra que é de família, a que tem um segredo, aquela que desperta memórias… A única regra é que tenha Cereja  e a valorize enquanto ingrediente!
Deixem o link da vossa receita nos comentários desta publicação. Se não tiverem blogue podem enviar-me um mail com a receita e uma foto e eu farei a sua publicação, com os devidos créditos.
Poderão também identificar a vossa receita com a hashtag #martaingredientofthemonth!




Maio, muito bem visto!

Yum

Num mês tão atípico, e tão parco em receitas elaboradas por mim, a generosidade com que todos vocês recebem e participam nesta rubrica ficou ainda mais visível. É graças a vocês o sucesso desta “mesa” de maio!

A todos o meu imenso obrigado! Vocês são o máximo.

Quando escolhi a cenoura confesso genuinamente que não estava à espera de tantas e tão diversificadas participações. Tinha a convicção que seria um ingrediente um pouco difícil, é certo que mais desafiador, mas complicado de ser a vedeta. Felizmente que estava redondamente enganada, e a vossa criatividade foi enorme e traduziu-se em receitas bem bonitas, bem elaboradas, plenas de sabor e visualmente super apetitosas.

Olhar para esta mesa, faz claramente os nossos olhos ficarem mais bonitos! Vejam lá se não tenho razão 😊








Pequeno-almoço e Bebidas
1
De Cozinha em Cozinha passando pela minha
2
A Cozinha da Anikas
3
Sugar Bites
4
De Cozinha em Cozinha passando pela minha

Sopas, Entradas e Acompanhamentos
5
L'air du Temps
6
Sugar Bites
7
A Cozinha da Anikas
8
Intrusa na Cozinha
9
L'air du Temps
10
De Cozinha em Cozinha passando pela minha
11
Lemon & Vanilla
12
Lemon & Vanilla

Pratos Principais

13
As receitas da mãe galinha
14
Lemon & Vanilla
15
Basta Cheio
16
Lemon & Vanilla
17
Cozinha Sem Segredos
18
Sónia e a Cozinha

Sobremesas

19
L'air du Temps
20
O diário da Inês
21
Sugar Bites
22
Intrusa na Cozinha
23
As receitas da mãe galinha
24
L'air du Temps
25
L'air du Temps
26
O diário da Inês
27
L'air du Temps
28
Lemon & Vanilla
29
O diário da Inês
30
A Cozinha da Anikas
31
L'air du Temps
32
That Cake Sweet
33
Intrusa na Cozinha

31 de maio de 2017

Bolo Cheesecake de Cenoura {Carrot Cake Cheesecake}

Yum

Chegámos incrivelmente ao final do mês de maio e eu tenho a sensação que tudo está de pernas para o ar!
Além de alguns imprevistos e de um acréscimo de trabalho profissional, o meu corpo decidiu este mês mostrar, de uma forma um bocadinho assustadora, que eu tinha mesmo de abrandar, que andava claramente em “burnout”. Já tinha enviado alguns sinais que eu claramente e de forma conscientemente ignorei e, talvez por isso, decidiu que teria que enviar uma mensagem bem explicita. Num episódio surreal experimentei a sensação que se fechasse os olhos e cedesse ao colapso que o meu corpo experimentava, não os voltaria a abrir… e essa sensação deixou-me bastante abalada e extremamente perturbada, o suficiente a obrigar-me a abrandar por uns tempos… mas as saudades de estar aqui, de cozinhar para o blogue e fotografar é tão grande…
Mas devagarinho vou voltando, até porque é aqui na vossa companhia que me sinto bem, me sinto melhor.
Pela ausência aqui e nos blogs que tanto admiro, pela minha demora na reação às vossas sempre tão generosas participações na rubrica e pela falta de atenção que todos merecem, as minhas mais sinceras desculpas…, mas eu tenho mesmo de ir com calma, pelo menos por enquanto. Tem mesmo de ser. Sei que certamente terei a compreensão de todos, mas sinto-me em falta, o que me causa algum desconforto…

Sem mais demoras, deixo-vos com o meu doce de fim de rubrica, um bolo de cenoura cheesecake que, embora não sendo uma sobremesa deslumbrante - e que é a prova inequivoca que eu só sei fazer cheesecakes de forno com rachas à Grand Canyon, como já tinha acontecido aqui -, é uma sobremesa que ganha pontos em sabor e que conquistou o palato de todos os meus comensais, até o mais cético aos doces 😊
Espero que gostem, e obrigado por estarem desse lado!
Beijinhos


21 de maio de 2017

Pão de Pesto de Cenoura {Carrot Pesto Bread}

Yum

As saudades que eu tinha de fazer pão! Depois de uma ausência necessária e um pouco forçada, não havia melhor receita para me trazer de volta senão pão. Sou completamente apaixonada por pão, seja qual seja a variedade, textura ou sabor.
O que trago hoje, embora tenha ficado muito aquém no aspeto que tinha idealizado, conquistou-me pelo sabor suave e ligeiramente adocicado do pesto de cenoura. Não vou dizer que é o pão que mais me arrebatou, mas cumpriu na perfeição o seu propósito, e embora não sendo um pão que deixe a sua marca é muito agradável.
Uma proposta diferente para dias diferentes.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...