19 de novembro de 2017

Pastel Vasco {Basque Cake}

Yum

A 22ª edição do Sweet World leva-nos de novo até Espanha. Desta vez o desafio consiste em preparar o bem célebre Pastel Vasco.
Esta deliciosa sobremesa tradicional da região basca francesa de onde é originária, é composta por camadas, sendo que a base é formada por uma massa areada e os recheios, podem ser de frangipane (amêndoa) ou creme pasteleiro com ou sem doce de cereja.
Na pesquisa que fiz sobre este típico doce, encontrei variadíssimas versões, não só no recheio como na própria massa. Acho que posso até afirmar que não encontrei duas receitas iguais, pelo menos no que à massa diz respeito. Os recheios também variam, embora aqui o consenso seja um pouco maior. Encontrei massas em que a manteiga deve ser usada à temperatura ambiente, outras praticamente derretida e algumas em que se deve usar o mais fria possível.
Vi imensos vídeos, e imensos blogs espanhóis em busca de um consenso que não encontrei. Acabei por me apaixonar por esta, onde me inspirei para a massa. O recheio usei a receita da Lia porque me pareceu que ficaria mais consistente, ideia que me agradou mais.

Posso dizer que foi mais uma prova superada! Sem grandes dificuldades desta vez e a poder apreciar mais um doce do Mundo, que há tanto andava em lista de espera, e que é delicioso da primeira à ultima garfada. A massa ficou soberba, bem amanteigada e que se derrete na boca. Depois, em modo de brinde, temos o creme para satisfazer a gula dos mais gulosos, como eu, por este tipo de bolinhos! É dos deuses!  Já sabia que me iria deliciar, só não imaginava é que seria tanto!

Assim aqui fica a minha participação, que espero que gostem, Lia e Susana.



18 de novembro de 2017

Crepes de Castanha & Chocolate {Chestnut & Chocolate Crepes}

Yum

Bom dia!
Vamos começar o dia de uma forma deliciosa?

Deixem-se cativar por estes crepes de castanha e chocolate, e o vosso dia vai correr muito melhor 😊


15 de novembro de 2017

Bolinhos de Castanha & Mel { Chestnut & Honey Cookies}

Yum

Estas pequenas e deliciosas broinhas são uma perdição! É impossível comer só uma. Atrever-me-ia a dizer que são os bolinhos de castanhas mais bem conseguidos que já fiz. O sabor a castanha está lá, assim como a canela e a erva-doce, mas só num apontamento tão simples que só se notam bem no fim, sem camuflar o sabor que se quer destacar: o da doce e outonal castanha! E depois, as nozes surgem como pequenas pepitas. Tudo em sintonia. Tão bom.
Sim sou suspeita, muito suspeita, mas adorei estas pequenas.
Esta é outra das receitas que levei à Feira da Castanha e Paladares de Outono de Trancoso, e espero que vos inspire a, se ainda não se renderam, utilizarem da farinha da castanha nas vossas receitas.



13 de novembro de 2017

Raia Escalfada com Batata Doce {Poached Ray Fish with Sweet Potatoes}

Yum

Assim que escolhi a bata doce como ingrediente soube qual seria a primeira receita a ser feita. Desde que a vi no blog da Susana, que estava no topo da minha infindável lista de receitas “a fazer”. Este foi o momento perfeito para me deixar seduzir por uma das propostas do livro “Viagens pelas Receitas de Portugal” de Nelson Carvalheiro.
É uma receita onde a simplicidade de sabores se torna a perfeição, onde fica provado que é a frescura dos ingredientes escolhidos e a forma com que são confecionados que faz as grandes receitas. É no fazer simples que está o grande desafio, quando não há lugar a “malabarismos” para tornar uma refeição deliciosa.
Por outro lado, tenho de ser absolutamente sincera e dizer que não foi uma receita que agradou a todos cá em casa. Os miúdos tiveram alguma dificuldade em se deixarem deslumbrar como os mais crescidos, mas acho que é perfeitamente natural quando se prova os dois ingredientes base da receita pela primeira vez de uma forma tão “despida”.  O mais novo nunca tinha sequer provado raia, e ambos nunca tinham comido batata doce apresentada desta forma.

Em suma, foi uma receita que me surpreendeu pela positiva e que me entusiasmou pela simplicidade e riqueza de sabor.



11 de novembro de 2017

Creme de Castanha & Ricotta para duas entradas

Yum

Finalmente estou de volta! Os últimos dias têm passado à velocidade luz. Antes do fim do mês investi quase todo o tempo disponível nos testes e experiências em receitas para levar à Feira da Castanha e Paladares de Outono de Trancoso. Foi um fim de semana maravilhoso! Como sempre os Trancosenses receberam-me de braços abertos e com uma generosidade ímpar. E depois de dois dias intensos, tive uma semana difícil profissionalmente e o frio que se instalou fez com que me sentisse bastante cansada, com um sentimento de derrota e sem vontade de fazer quase nada. Mas, entretanto, com a ajuda do calor que emana da minha lareira, a vontade de voltar aqui ressurge e a moleza dos últimos dias vai desaparecendo.
Hoje apresento duas das sugestões que levei a um dos Show Cookings. Umas entradas, em que um mesmo Creme de Castanha & Ricotta ganha destaque em duas apresentações bem diferentes, mas igualmente deliciosas. A versão com enchidos resulta muito bem, já que a sua união do salgado dos enchidos e do doce da castanha funciona muito bem. Já os crostinis, embora mais simples no sabor, deixam que o creme seja claramente o sabor dominante.
Em suma são duas entradas muito simples de fazer e que podem alegrar a vossa mesa. Já a pensar também na nossa mesa de consoada!

Antes da receita só duas notas muito breves: as castanhas que usei para o creme são castanhas assadas em vez de cozidas, pela consistência e pelo sabor. Para as assar, primeiramente descasquei-as e pelei (usando este método) e só depois levei a assar no forno untadas levemente de azeite e temperadas de sal e pimenta. Caso não queiram ter este trabalho, podem perfeitamente usar castanhas congeladas de boa qualidade.

Agora sim a receita 😊  ah e feliz Dia de São Martinho!


1 de novembro de 2017

Novembro é mês de...

Yum

A primeira imagem que me ocorre quando penso no Ingrediente do Mês que escolhi para novembro é a de um copo enorme verde, onde a minha mãe costumava colocar o tubérculo, que florescia como se de uma qualquer planta ornamental se tratasse. Durante muito tempo achei que era para isso que as batatas doces serviam: para serem colocadas em vasos inundados de água, onde criavam milhentas raízes e floresciam.  Só muito mais tarde é que descobri algumas das suas potencialidades e o seu sabor.
Ora bem, está assim desvendado o Ingrediente deste Mês: a maravilhosa, nutritiva e saudável Batata Doce, que de momento me desperta sensações e memórias de comida de conforto, de belos e deliciosas assados de domingo, ou de doces natalícios, como as maravilhosas broas castelar!

E assim, deixo de novo o convite: juntem-se a mim, e até ao último dia do mês de novembro, inclusive, tragam uma receita, talvez aquela que tantas vezes tem ficado em lista de espera, ou aquela que repetem vezes sem conta nas vossas cozinhas sem que lhe tivessem dado o devido destaque, ou a outra que é de família, a que tem um segredo, aquela que desperta memórias…A única regra é que tenha Batata Doce e a destaque e valorize enquanto ingrediente!


Deixem o link da vossa receita nos comentários desta publicação, para que a vossa receita apareça no Round Up final. Se não tiverem blogue podem enviar-me um mail com a receita e uma foto e eu farei a sua publicação, com os devidos créditos.
Poderão também identificar a vossa receita com a hashtag #martaingredientofthemonth!

Espero que gostem da escolha e se sintam muito inspirados a criar receitas com o ingrediente escolhido! Agora, mãos às colheres de pau e boas receitas!

Outubro Apaixonante...

Yum


Quando escolhi a romã como ingrediente para o mês de outubro, tinha a certeza que iria ser um mês deslumbrante. E foi mesmo. Atrever-me-ia talvez a dizer que é a mesa mais bonita que alguma vez tivemos. Não é seguramente a maior, mas é bem especial. A delicadeza dos bagos deste fruto e a sua cor eleva qualquer receita, conferindo uma beleza cintilante e apaixonante aos pratos.
Além da beleza, a sua versatilidade enquanto ingrediente fica claramente demonstrada. Temos desde o pequeno almoço até às sobremesas, passando pelos pratos principais.
Por favor, sentem-se e deixem que os vossos sentidos sejam despertos!

Mais uma vez o meu agradecimento a todos quantos quiseram marcar presença aqui.


Nota: tenho a clara sensação que estou a esquecer-me de alguém neste round-up. Não me levem a mal…muitas vezes acompanho as vossas receitas e publicações, mas se não deixarem o link da vossa receita aqui, posso não me lembrar… Se por acaso me esqueci de alguém, esse alguém que se acuse! Seria uma lástima alguma receita ficar de fora deste desfile apaixonante… e desculpem desde já algum lapso.

E agora, bom apetite!




Pequeno-Almoço


Intrusa na Cozinha


Sugar Bites
 

De Cozinha em Cozinha

Entradas / Bebidas


Happy Life In the Kitchen



Lemon & Vanilla



A Cozinha da Anikas


Intrusa na Cozinha
 

Love’s Kitchen – My Cooking



Pratos Principais


Sugar Bites


Intrusa na Cozinha


Hey, Strawberry


Lemon & Vanilla




Doces


Lemon & Vanilla


That Cake Sweet


Pão, Pão, Queijo, Queijo


Flor de Rosmaninho




Pão, Pão, Queijo, Queijo




Basta Cheio


Food With a Meaning


Intrusa na Cozinha




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...