21 de Outubro de 2010

Dica n.º 2 - Cozinhar Beterraba

Na receita anterior acompanhei o prato com salada de beterraba. Foi a primeira vez que as cozinhei. E como não sabia qual a melhor maneira, andei a cuscar!!  Ficam aqui algumas dicas e curiosidades. 

Foto retirada da net



A beterraba vermelha é a mais conhecida de todas as espécies de beterrabas. É descendente de uma planta marinha originária do Mediterrâneo e das regiões  do Atlântico Norte na Europa e África do Norte, e foi primeiramente descoberta pelos romanos. 
As beterrabas são ricas em vitaminas e minerais. A raiz contém folato (bom principalmente para mulheres grávidas), potássio, manganês, fibras, anti-oxidantes e vitamina C. As partículas químicas que causam o pigmento vermelho também contém agentes anti-cancerígenos, e de fato a beterraba tem sido usada no tratamento de câncer já há algum tempo. Apesar das beterrabas conterem mais açúcar do que a cenoura e o milho, elas mantêm um sabor extremamente “terrestre”, que vem de um componente químico chamado geosmina. 
As folhas de beterraba são muito nutritivas e não devem ser postas de lado quando se prepara a raiz. Elas contêm cálcio, beta-caroteno, ferro e vitamina A. Simplesmente pique as folhas e cozinhe-as da mesma maneira que o espinafre.
Para se cozinhar a beterraba é importante que se esfregue a casca para limpá-la, sem no entanto removê-la. Se a beterraba for descascada previamente, sua cor se perde na água de cocção e isso não só a deixa com um aspecto “anêmico”, como também pode manchar a panela e os utensílios. As beterrabas ficam deliciosas se embrulhadas em papel alumínio e assadas com um pouco de manteiga e vinagre balsâmico, ou raladas cruas para uma salada com grãos de mostarda. 
 
 
Conservar: Para as conservar por mais tempo depois de cozidas e descascadas, corte-as em rodelas grossas e deite-as numa tigela de porcelana cheia de vinagre.
Cozer: A cozedura da beterraba é muito demorada. Faz-se a vapor, com água ou no forno. E preciso lavá-la e secá-la muito bem antes de a cozinhar. As grandes levam mais tempo a cozer e são menos apetitosas. No forno, em lume brando, levam cerca de 8 horas. Em água ou a vapor, cerca de 3 horas. Para verificar se a beterraba está cozida, espete-lhe uma faca até meio. Se a parte de dentro está tão mole quanto a superfície é porque está cozida.
Descascar: As beterrabas cozidas descascam-se mais facilmente se, ainda quentes, forem mergulhadas, por momentos, em água fria.
Preparar: Deve cozinhar este legume com casca, um pedacinho de talo e um pouco de vinagre, para que não perca a cor.Descasque-as depois de cozidas.
Salada: A beterraba só deve ser acrescentada à salada na hora de servir. A sua cor forte acaba por manchar as outras verduras.
Suco: Para fazer suco de beterraba, basta passá-la pelo liquidificador e espremer a massa que fica, através de um pano fino.

Os textos apresentados foram adaptados de: Dicas da Dra. Shirley e Nutrição em Pauta.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...