25 de maio de 2015

Risotto de Favas com Chouriço

Não gosto de favas. Nunca gostei.

Ou pelo menos, eu achava que não gostava de favas.
Não até provar este risotto.

Encontrei a receita que me fez fazer as pazes com Favas.



Ingredientes (2 pesssoas):
Caldo*
1 rama de Alho Francês
1 Cenoura
1 Tomate pequeno, bem maduro
1 Caldo Knorr de Galinha
Sal q.b.
Rizzotto
1 Cebola média, picada
2 c. sopa de Creme Vegetal
½ chávena de chá de Arroz Arbóreo
¼ Chouriço, de boa qualidade, cortado em cubos pequenos
250g de Favas, descascadas e peladas
Cerca de 7 a 8 conchas de sopa de Caldo
2 c. sopa de Coentros frescos, picados
Sal q.b.



Preparação:
Comece por fazer o caldo, levando todos os ingredientes ao lume numa panela com água temperada de sal, e deixe ferver pelo menos durante 30 minutos.
Filtre o caldo e reserve quente, ao lume, no mínimo.
Num tacho coloque o creme vegetal e a cebola picada. Leve ao lume a refogar, até que a cebola esteja translúcida. De seguida junte o chouriço e deixe cozinhar por uns 5 minutos.
Acrescente o arroz e deixe cozinhar durante cerca de 2 minutos, em lume brando, mexendo constantemente. De seguida acrescente uma concha de caldo, e deixe absorver o líquido. Vá acrescentando o caldo aos poucos; quando já não houver líquido à superfície acrescente mais caldo, e volte a repetir sempre que o arroz já tenha absorvido o que acrescentou anteriormente. Tempere de sal e pimenta. Ajuste a intensidade do lume de modo a que o arroz ferva lentamente, mas sem que fique em ponto de ebulição. Deixe o arroz cozinhar, o que deve levar cerca de 20 a 30 minutos. A meio da cozedura do arroz junte as favas**, e envolva delicadamente.
O arroz no final de cozer deve ter uma textura cremosa.
Polvilhe com os coentros, e sirva de imediato.

* Use os vegetais que desejar, quanto mais rico for o caldo mais saboroso ficará.

** As favas ficaram “al dente”, caso goste delas mesmo muito bem cozidas sugiro que as acrescente logo no início da cozedura do arroz. 

19 de maio de 2015

Tarte de Arroz com Brócolos e Bacon

Uma tarte primaveril, para servir como simples entrada, ou como uma refeição ligeira para os fins de tarde solarengos.



Ingredientes:
150g de Arroz
100g de Brócolos, só os raminhos
2 c. sopa bem cheia de Coentros picados
Sal e pimenta q.b.
4 c. sopa de Queijo ralado
1 c. sopa de Azeite
60g de Bacon, cortado em cubos
2 Ovos, batidos
100ml de Creme de Soja para culinária, ou natas
Margarina e Pão ralado q.b. para untar e polvilhar a forma



Preparação:
Unte uma forma de tarte com margarina e polvilhe com pão ralado.
Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Coza o arroz em água fervente, temperada com sal e a colher de sopa de azeite.
Quando estiver cozido, escorra e passe por água fria corrente. Deixe a escorrer durante algum tempo num escorredor.
Com o arroz ainda morno junte os coentros, o queijo ralado e tempere com o pouco de pimenta acabada de moer, se gostar. Envolva delicadamente.
Coloque o arroz na tarteira, e espalhe de forma a deixar espaço para o recheio no meio, deixando os bordos mais altos que o centro.
Tape com uma folha de papel vegetal e coloque feijão seco por cima.
Leve ao forno durante cerca de 20 minutos.
Entretanto coza também os raminhos de brócolos, igualmente em água fervente, temperada de sal, durante cerca de 5 minutos. Retire do lume, escorra, passe por água fria corrente, e reserve.
Numa frigideira antiaderente, leve o bacon ao lume, moderado, e deixe cozinhar até que esteja douradinho e alguma da sua gordura tenha derretido. Acrescente os raminhos de brócolos, partidos em pedaços mais pequenos, e envolva no bacon. Deixe ao lume mais 2 ou 3 minutos e retire. Reserve.
Numa taça, bata ligeiramente os ovos, junte o creme de soja, e envolva bem. Tempere de sal e pimenta a gosto. Note que o bacon já acrescenta um toque salgado ao recheio.
Retire a tarte do forno, remova o papel vegetal, e leve ao forno mais 10 minutos.

Retire novamente, espalhe o bacon e os brócolos pela tarte. Verta a mistura de ovo por cima e leve ao forno, até estar cozida.

17 de maio de 2015

Bolo de Chocolate e queijo

E eis que chegou mais um World Bakind Day.
Qualquer razão é uma boa razão para ir para a cozinha e fazer um bolo. Este dia só torna a tarefa ainda um pouco mais especial.
O bolo que escolhi para este ano, é fresco, e com uma textura macia e húmida. Perfeito para estes dias mais quentes, como hoje.




Ingredientes (12 pessoas):
Massa
2 Ovos
75g de Manteiga sem sal
90g de Açúcar
1 pitada de Sal
90g de Farinha de Trigo
25g de Cacau em pó sem açúcar
Manteiga e pão ralado para a forma
Recheio
500e Queijo Quark
60g de Manteiga sem sal
75g de Açúcar
1 saqueta de Açúcar Baunilhado
2 Ovos
1 c. sopa de Sêmola
Granulado
100g de Manteiga sem sal
100g de Açúcar
80g de Farinha de Trigo
20g de Cacau em pó sem açúcar

Framboesas, folhas de hortelã e açúcar em pó para decoração



Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte uma forma de mola, de 24cm de diâmetro, e polvilhe com pão ralado.
Separe os ovos, e bata as claras em castelo. Reserve no frigorífico.
Derreta a manteiga e deixe arrefecer um pouco.
Bata as gemas com o açúcar e o sal até obter uma consistência cremosa.
Misture a farinha e o cacau, seguido da manteiga derretida. Junte as claras em castelo e envolva delicadamente, em movimentos lentos e circulares, até que esteja bem homogéneo.
Deite a massa na forma e coloque na posição central do forno durante 10 minutos, para uma cozedura prévia. Retire e deixe arrefecer na forma.
Para o recheio, bata a manteiga com o açúcar e o açúcar baunilhado até ficar cremoso. Junte os ovos, a sêmola e o queijo quark e misture até ficar homogéneo.
Deite o creme sobre a base do bolo e alise a superfície.
Para o granulado, com as mãos amasse bem todos os ingredientes e esfarele-os, em grumos grossos, sobre o creme quark.
Coloque o bolo no forno para cozer durante mais 40 a 50 minutos.
Retire e deixe arrefecer na forma.



Decore com algumas framboesas e folhas de hortelã e polvilhe com um pouco de açúcar em pó.

Sirva fresco.

Fonte: O prazer da doçaria

29 de abril de 2015

Ninhos de Ervilhas com Bacon

Existem duas coisas que nunca consegui cozinhar "à conta": arroz e massa. Sobra sempre. Se faço pouco, sobra. Se faço muito, sobra. Não há volta a dar.
Houve uma altura que isso me fazia alguma confusão. Agora já me resignei.
Até porque, quando se tem um pouco de arroz ou massa, e se junta mais qualquer coisita, acabamos por ter uma refeição fácil e rápida, certo? E para alguémque como eu, vem almoçar todos os dias a casa acaba por ser uma mais valia.

E assim, aqui há dias, lá tinha eu umas sobras de esparguete. E tinha também umas ervilhas maravilhosas. E tinha também bacon. Foi só juntar. E saborear.
















Ingredientes (4 ninhos):
1 Cebola, picada finamente
100g de toucinho fumado, partido em tiras e depois cada tira em 3 pedaços
1 c. sopa de Margarina
1 Tomate pequeno pelado
300g de Esparguete, cozido
200g de Ervilhas
1 chávena de chá de Água, a ferver
Pimenta acabada de moer q.b.
1 Pitada de sal
Folhas de Hortelã q.b.





Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Distribua o esparguete por 4 recipientes que possam ir ao forno, e para que formem um ninho. Leve ao forno, e deixe cozinhar só até que o esparguete ganhe forma de ninho, sem que se desmanche, e que não seque demasiado.
Num tachinho, coloque a margarina e a cebola, e refogue até que a cebola esteja translúcida. Junte o bacon e deixe cozinhar até que o bacon esteja bem douradinho e estaladiço. Adicione o tomate pelado e muito picadinho, e deixe cozinhar mais um minuto, em lume brando. Acrescente as ervilhas e a água a ferver, tempere de sal e pimenta, e deixe em lume brando até que as ervilhas estejam cozidas, e o maior parte do líquido tenha evaporado. Quase no final da cozedura acrescente 2 folhas grandes de hortelã, que devem ser retiradas após as ervilhas estarem completamente cozidas.
Coloque os ninhos de esparguete no prato de servir, e distribua as ervilhas com bacon pelos ninhos.

Opcional - Sirva decorado com folhas de hortelã e coentros.


26 de abril de 2015

Apple-Coconut Family Cake

O bolo perfeito para os dias como hoje.
Desagradável lá fora, chuva, vento, e no interior de casa, o aconchego do forno ligado e o aroma a canela no ar. Perfeito.
Um bolo muito fofo, com a junção sempre perfeita da canela e da maçã, desta vez com o toque especial do coco.
Mais uma receita aprovada, de Dorie Greenspan, em mais uma participação no projecto Dorie às Sextas.




Apple-coconut family cake - receita retirada do livro Baking de Dorie Greenspan
(tradução de Susana Figueiredo)
Nota: As fotos são de 1/2 receita aqui apresentada

Ingredientes:
1 Chávena + 2 c. de sopa de Farinha de Trigo
2 c. chá de Fermento em pó
1/4 c. chá de Bicarbonato de Sódio
1/4 c. chá de Canela
1/4 c. chá de Sal
3 Maçãs, descascadas e descaroçadas
2 Ovos, grandes e à temperatura ambiente
1/2 chávena + 2 c. sopa de Açúcar
1/2 chávena de Iogurte Natural
6 c. sopa de um óleo sem sabor (canola ou cártamo, por exemplo)
2 c. chá de Extrato de Baunilha
1 chávena Coco ralado
1/2 chávena de geleia de maçã (eu não usei.)





Preparação:
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Untar uma forma de mola com 23cm de diâmetro e polvilhá-la com as 2 colheres de sopa de farinha, e reservar.
Misturar bem a farinha, o fermento, o bicarbonato, a canela e o sal.
Cortar duas maçãs em cubos pequenos e uma em fatias finas, e reservar, cobrindo com película aderente.

Numa taça grande, bater os ovos com o açúcar durante um minuto. Juntar o iogurte, o óleo e a baunilha e bater durante mais um minuto.

Envolver a mistura de farinha com uma espátula. Juntar a maçã em cubos e o coco, envolvendo bem, e deitar a massa na forma, alisando-a bem. Decorar com as fatias de maçã e polvilhar com o açúcar.
Levar ao forno durante 45-50 minutos ou até o topo estar caramelizado e uma faca inserida no centro sair seca. 

Retirar o forno e deixar arrefecer durante 20 minutos na forma.




Entretanto, preparar a cobertura, aquecendo a geleia com um pouco de água até ficar líquida. 

Desenformar o bolo para um prato de servir e cobri-lo com a geleia.



Outras Participações:
Susana Figueiredo: Tempo, para que te quero?
Bárbara Clara Brito: Receitas e Truques da Clarinha

23 de abril de 2015

Salada Morna de Rúcula com Peru e Clementina

Gosto de comer saladas todo o ano, mas a verdade é que é nesta altura do ano que melhor sabem. Certamente não estarei sozinha nesta opinião.
O tempo vai aquecendo, e as refeições vão-se tornando mais leves e frescas.
Nesta salada ainda quis que houvesse um ingrediente morno, porque os dias ainda vão pedindo um toque aconchegante.



Ingredientes (2 pessoas):
50g de Rúcula
½ chávena de chá de Arroz Basmati (ou outro qualquer), cozido
2 Bifes de Peru
150g de Creme Vegetal de Soja para culinária
2 Clementinas, separadas em gomos, sem pele
1 c. sopa de Azeite
Sal e Pimenta q.b.



Preparação:
Numa frigideira de fundo grosso, e de preferência antiaderente, aqueça o azeite e junte os bifes de peru. Deixe cozinhar, e quando estiverem prontos, retire da frigideira e coloque em cima de uma tábua de madeira, deixando-os repousar um pouco.
Deite o creme vegetal de soja na frigideira, e com a ajuda de uma colher de pau, raspe o fundo da frigideira para libertar os sucos que ficaram da carne. Envolva bem e deixe cozinhar durante um pouco, em lume brando, só até o creme engrossar um pouco.
Entretanto corte os bifes de peru em pedaços pequenos, e depois junte ao creme, juntamente com o arroz basmati. Envolva bem e retire do lume.
Numa travessa, ou prato de servir, coloque a rúcula e por cima disponha o peru. Decore com os gomos de tangerina, e sirva.

19 de abril de 2015

Bolo de Limão

Gosto muito deste tipo de bolos. Frescos, aromáticos, húmidos, com uma textura fofa e leve. Um bolo fresco e cheio de sabor.
Bom para os dias mais amenos e solarengos, que espero nos brindem de novo, em breve.



Ingredientes Bolo(14 fatias):
4 Ovos
1 pitada de Sal
150g de Açúcar
80g de Farinha de Trigo
80g de Farinha Maizena (Amido de Milho)
2 c. chá Fermento em pó
50g de Manteiga, derretida e morna
6 c. sopa de sumo de Laranja
9 c. sopa de sumo de Limão
Ingredientes Recheio e Cobertura:
400ml de Natas, frias
2 saquetas de Açúcar Baunilhado (cada 7,5g)
4 Folhas de Gelatina, incolor
6 c. sopa de Açúcar em pó
1 Limão, raspa




Preparação:
Pré-aqueça o forno a 190ºC.
Forre a base de uma forma de 26cm com papel vegetal, e unte as laterais com manteiga.
Separe as claras das gemas. Bata as claras em castelo com uma pitada de sal e depois misture metade do açúcar, e bata até que o açúcar esteja dissolvido, e as claras bem firmes e brilhantes. Reserve no frigorífico.
Bata as gemas com a outra metade do açúcar, até obter uma gemada bem forte, e um creme amarelo claro (pelo menos uns 10 a 15 minutos).
Misture a farinha de trigo com a farinha Maizena e o fermento, e peneire por cima da gemada. Envolva. De seguida acrescente a manteiga derretida e ainda morna, e envolva de novo.
Envolva delicadamente metade das claras batidas em castelo, e só quando estas estiverem bem misturadas é que envolve, delicadamente, as restantes claras.
Deite a massa na forma e leve ao forno durante cerca de 25 minutos, ou até que esteja cozido. (Verifique se o bolo está cozido, espetando um palito no centro, se sair limpo está pronto.) Não deixe cozer demasiado para que a massa não fique muito seca.
Retire do forno, e deixe repousar um pouco. De seguida desenforme, e deixe arrefecer por completo sobre uma rede ou grade.
Entretanto prepare o recheio:
Coloque as folhas de gelatina a amolecer num pouco e água fria.
Bata as natas com o açúcar baunilhado, até estarem firmes.
Escorra bem as folhas de gelatina, e derreta-as em banho-maria.
Junte a raspa de limão, o açúcar em pó e a gelatina ás natas e bata mais um pouco. Reserve no frigorífico até usar.

Corte a massa do bolo na horizontal, em dois ou três discos, conforme preferir.
Junte os dois sumos, o de laranja e o de limão e pincele os discos do bolo com os sumos.

Coloque um dos discos de bolo no prato de servir e barre com as natas (1/3 no caso de ter 2 discos, ou ¼ das natas no caso de ter 3). Cubra com outro disco.
Barre todo o bolo com as restantes natas, e leve ao frigorífico pelo menos 1 hora antes de servir.




Receita adaptada de: Bolo de Limão – O prazer da Doçaria, Página 74



Nota: As imagens são de um bolo de ½ receita.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...