28 de março de 2017

O Melhor Frango Assado {The Best Roast Chicken}

Yum

Quando vi esta receita no blog da Lia, fiquei com imensa vontade de a fazer, e nunca mais me esqueci dela. A oportunidade surgiu e não hesitei. Acho que foi a primeira vez que cozinhei um frango inteiro. Faço muitas vezes frango assado no forno, as asas, as pernas, ou coxas, mas inteiro, se a memória não me falha, foi a primeira vez. E acho que nunca tinha feito porque tinha a ideia preconcebida que o frango assado assim inteiro ficaria seco. O que não é de todo o caso desta receita.  O frango fica super suculento e muito saboroso.
Decidi trazer esta receita para a nossa mesa de março, porque acho que o limão tem um papel importantíssimo no seu resultado final. O facto do frango marinar em água com limão ajuda obviamente a que a carne fique mais macia e o seu sabor e aroma contribuem em muito para o resultado final.
Esta é uma receita que requer tempo e alguma atenção aos pormenores, que fazem toda a diferença, mas que compensa cada minuto investido na sua elaboração.
Há pelo menos 2 aspetos importantes, que a Lia realça, e que concordo que são de enorme importância: um deles é o facto de usarem frango do campo (a firmeza da carne e o sabor são completamente diferentes de frango do aviário - eu usei frango de aviário, mas tenho a certeza que a receita fica valorizada se for com frango do campo), e a outra é o passo de mergulhar, por um máximo de 4 horas, a carne. Fazem com toda a certeza a diferença, e são pormenores destes que fazem com que algumas triviais receitas fiquem mais valorizadas e especiais.

Uma receita a repetir sem dúvida.





O Melhor Frango Assado
{The Best Roast Chicken}

Ingredientes (4 a 6 pessoas):
1 Frango do Campo (com cerca de 1,5Kg)
150g Sal de Mesa
+/- 3Lt de Água
6 pés de Estragão Tomilho
1 Limão, cortado em cubos ou rodelas
1 Cabeça de Alho, cortada ao meio longitudinalmente
1 c. sopa de Grãos de Pimenta Preta
Azeite extra virgem, para pincelar
Flor de Sal
30g Manteiga, derretida

Preparação:
Lave o frango. Coloque a água e o sal de mesa num recipiente de plástico grande o suficiente para que o frango fique submerso e mexa bem, a fim de dissolver o sal. Coloque no recipiente o frango, o tomilho, o limão, o alho e os grãos de pimenta e confirme que o frango fica completamente submerso na água.
Tape o recipiente e refrigere por um máximo de 4 horas.
Findo esse tempo (ou antes), escorra o frango, reservando o tomilho, o limão e o alho.
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Seque bem o frango com papel absorvente de cozinha, e coloque-o num tabuleiro de ir ao forno. Coloque o tomilho, limão e alho reservados, na cavidade do frango e prenda as pernas com fio de cozinha. Pincele-o com o azeite e polvilhe com flor de sal.
Leve ao forno e cozinhe por 1 hora.
Findo esse tempo, pincele o frango com a manteiga derretida e algum molho que esteja no tabuleiro onde este está a assar.

Asse por mais 15 a 20 minutos, ou até o frango estar coradinho e a carne esteja completamente cozida.

6 comentários:

  1. Que aspeto delicioso.
    Faço esse mesmo procedimento de colocar a carne em água com a perna de peru, mas deixo durante 24 horas.
    Fica espetacular!
    Beijoquinhas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Cristina!
      Foi a primeira vez que fiz Assim, e não foi a último de certeza 😉
      Beijocas grandes

      Eliminar
  2. Gosto muito de frango assado mas tb é raro assar um inteiro. NO entanto só como frango do campo - é, tenho a mania que sou fina, eu - e esta receita tb já me tinha ficado atravessada qdo a vi no blog da Lia. Agora vens tu e atravessas-a outra vez, cheira-me que terei de fazer o raio do frango, está mesmo a chamar por mim eheheheheh.
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ☺ eu usualmente também compro frango do Campo, mas desta vez trouxe de aviário... nem sei explicar muito bem porquê... A carne não tem nada a ver, o sabor e a firmeza são completamente diferentes.
      Faz querida, não te vais arrepender de certeza!!
      Beijocas grandes

      Eliminar
  3. Querida Marta!!!
    Brine!!!
    A mistura milagrosa e rejuvenescedora, onde o frango mergulha por 4 horas, loooollll!!
    Eu chamo-lhe a mistura onde o frango vai estar de molho, que aqui se chama brine e que eu adoro a palavra, lol!!
    É mesmo maravilhoso não é???
    Para mim, já não há frango assado que não vá ao brine porque a diferença em textura, firmeza e sabor, são mesmo imbatíveis!
    Fico tão feliz por ver esta receita na mesa de Março, pois é mesmo uma receita especial e as tuas fotos, até apetece imprimir o frango e comer o papel...
    Beijinhos querida,
    Lia

    ResponderEliminar
  4. Bem, fiquei muito curiosa com esse brine, meninas!
    Por cá são hábitos que não tenho, e não é muito habitual ver-se no frango, mas sim em cordeiro, cabrito, etc.
    Acredito que beneficie imenso a textura e estou tentada a experimentar. ;)
    A restante receita faz-me lembrar o frango à supositório que fazemos muito, ainda que esse fique bem mais aromatizado.
    Óptima receita e excelente aspecto, Martinha! Ficou mesmo lindo esse frango.

    Bjinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...