19 de setembro de 2017

Luz, Câmera, Ação!


O grande protagonista da 20ª edição do Sweet World é o lindíssimo Mil Folhas. O famosíssimo e decadente mil-folhas é um bolo clássico francês que consiste em camadas de massa folhada recheadas com natas ou creme pasteleiro. É uma sobremesa completamente indulgente, estaladiça, arejada, cremosa e completamente viciante!
Este bolo faz parte das minhas memórias de miúda. A par do “guardanapo” era dos bolos que mais gostava de comer. Ficava completamente rendida ao creme e ao estaladiço da massa.
A cada nova edição do Sweet World redobro a minha adoração por este desafio… todos os desafios têm uma particularidade que nos marca, e este não foi exceção. Há anos que andava para tentar fazer massa folhada caseira. Já tinha visto algumas vezes referencia no blog da Lia que não era uma massa muito difícil de fazer e perfeitamente executável em casa, com a mais valia de ficar muito melhor que as de compra, mas a verdade é que a via como um bicho-papão e ia-me permitindo contornar o assunto…  mas chegado este desafio achei que estava na altura de deixar os receios de lado e tentar. A verdade é que, seja por sorte de principiante ou por não ser realmente nada difícil, o resultado final foi muito bom e caiu completamente por terra toda a mistificação que fazia em torno da massa folhada! Consegui uma massa estaladiça e super saborosa…tão boa.
Além da experiência da massa, toda a execução destes pequenos pedaços de indulgência foi muito agradável. No final acabamos com a sensação que não são nada difíceis de fazer, dão algum trabalho é certo, mas a recompensa vem toda no final quando lambemos dos dedos os pequenos (ou grandes!) pedaços de creme que teimam em esgueirar-se das placas de massa estaladiça.
A única coisa que tenho muita pena que tenha corrido menos bem foi com a cobertura de icing, que ficou muito densa e secou muito rapidamente, não permitindo que conseguisse fazer aquele efeito arrastado das riscas de chocolate… pena… além disso fiz as riscas completamente ao contrário! em vez de ao comprimento fiz à largura... estava do contra :)
Mas termino este desafio com a sensação de missão cumprida e com vontade de gritar ao mundo “Eu consegui fazer Mil Folhas!!”

As fotos também não ficaram como eu tinha idealizado, mas isso já é pormenor de blogger teimosa e sempre insatisfeita com alguma coisa 😊

Meninas Lia e Susana, obrigado por mais este desafio completamente, totalmente decadente!!






Mil Folhas {Millefeuilles}


Ingredientes Massa Folhada:
Fonte Lemon & Vanilla (onde podem ver o passo a passo)
250g de Farinha de Trigo
250g de Manteiga, bem gelada
1 c. chá de Sal Fino
1 c. chá de Sumo de Limão
130ml Água, bem gelada

Preparação Massa Folhada:
Peneire a farinha e o sal para uma taça grande.
Corte 30g da manteiga em cubos pequeninos (mantendo o restante bloco de manteiga no frigorífico) e esfregue a manteiga na farinha, por forma a obter uma mistura com a consistência de areia fina.
Adicione o sumo do limão e a água e amasse, por forma a obter uma bola de massa suave e macia.
Embrulhe a bola de massa em película aderente e leve a refrigerar por 20 a 30 minutos.
Entretanto, com o rolo da massa e enfarinhando a bancada e o rolo, bata o restante bloco de manteiga até obter um quadrado com cerca de 13cm. Limpe a farinha em excesso do quadrado da manteiga, e coloque-o num prato a refrigerar até ser necessária.
Sobre uma superfície ligeiramente enfarinhada, estique a bola de massa, até obter um quadrado com cerca de 20cm.
Coloque o quadrado de manteiga sobre a massa, mas na diagonal, ou seja, em forma de diamante.
Dobre os quatro cantos da massa sobre a manteiga (formato envelope), por forma a que a manteiga fique completamente escondida.
Vire a massa com o lado do "envelope" virado para baixo e estique a massa em movimentos seguros e rápidos, até obter um retângulo com cerca de 40x12cm.
Com o lado mais estreito da massa virado para si, dobre o terço inferior da massa para cima e o terço superior da massa para baixo e por cima do anterior, por forma a obter novamente um quadrado.
Sele as extremidades, pressionando-as ligeiramente com o rolo da massa.
Volte a esticar em retângulo, a dobrar como no passo anterior e a selar as extremidades uma vez mais. Nesta altura, a massa já tem 2 voltas.
Embrulhe em película aderente e leve a refrigerar por 20 minutos.
Depois de refrigerada por 20 minutos, repeta o passo anterior mais 2 vezes, ou seja, mais 4 voltas, refrigerando por 20 minutos a cada 2 voltas.
Findo este processo, a massa está pronta a usar ou, caso queiram, a congelar para ser utilizada mais tarde.

Ingredientes para o Creme Pasteleiro:
6 Gemas
170g de Açúcar Refinado
40g de Farinha Maizena© (Amido de Milho)
½ Lt de Leite, de preferência inteiro para um melhor resultado
2 c. chá de Extrato de baunilha

Preparação do Creme Pasteleiro:
Coloque as gemas e o açúcar numa taça grande e, com um batedor de varas, bata até a mistura estar bem incorporada. Atenção para não incorporar ar na mistura.
Adicione a Maizena© e bata até esta estar bem incorporada na mistura de gemas e açúcar. Reserve.
Entretanto, coloque o leite e o extrato de baunilha num tacho sobre lume médio e aqueça até este querer começar a levantar fervura.
Assim que o leite começar a querer levantar fervura retire-o do lume.
Adicione 2 colheres de sopa do leite quente à mistura das gemas, batendo sempre muito bem com a vara de arames, tendo o cuidado de não "cozer" as gemas.
Adicione o restante leite quente à mistura, em fio, mexendo sempre vigorosamente.
Quando a mistura estiver homogénea, deite-a no mesmo tacho onde aqueceu o leite e, sobre lume médio a baixo e mexendo sempre, cozinhe a mistura por cerca de 8 a 10 minutos, ou até que esta comece a ferver e fique espessa.
Retire o tacho do lume e transfira a mistura para uma taça.
Tape o creme pasteleiro com película aderente (colada diretamente na superfície do mesmo), a fim de evitar que se forme uma película na superfície do creme.
Reserve, deixando arrefecer completamente antes de usar.

Ingredientes para o Icing Fondant:
1 Clara de Ovo
200g de Açúcar em Pó
1 c. sobremesa de Cacau em Pó
Sumo de Limão (usei ½ limão pequeno)

Preparação do Icing Fondant:
Bata a clara em espuma (não é em castelo, é apenas em espuma).
Aos poucos, e mexendo sempre, junte gradualmente o açúcar em pó, alternando com algumas gotas de sumo de limão.
Misture bem até ficar uma mistura cremosa e barrável.
Separe duas colheres de sopa desta mistura e junte-lhe o cacau em pó, mexendo bem até ficar homogéneo.

Preparação e Montagem dos Mil Folhas (fiz 9 unidades de 6x9cm):
Antes de começar a fazer os mil folhas, forre 3 tabuleiros que caibam no vosso frigorífico com papel vegetal.
Corte a massa folhada em 3 partes iguais e polvilhe a bancada com farinha.
Coloque uma das partes da massa folhada sobre a bancada enfarinhada e estenda-a com o rolo da massa, até obter um retângulo com aproximadamente 20x30cm e com uma espessura de cerca de 1mm.
Repita o processo com as duas restantes partes de massa folhada, obtendo assim 3 retângulos com a mesma dimensão e espessura.
Coloque cada um dos retângulos de massa nos tabuleiros previamente preparados e leve-os ao frigorífico por cerca de 30 minutos, a fim de relaxar o glúten da massa e evitar que esta encolha no forno.
Pré-aqueça o forno a 220°C e coloque 3 grelhas (se não conseguir colocar as três grelhas no seu forno faça este processo faseadamente).
Retire os tabuleiros com a massa do frigorífico, cubra cada um dos retângulos com outra folha de papel vegetal, tendo o cuidado de cobrir toda a superfície da massa, e coloque por cima feijões de modo a cobrir também toda a superfície da massa, por forma a fazer peso sobre os retângulos de massa e evitar que a massa folhada cresça em demasia. Outra hipótese é colocar um tabuleiro que seja idêntico ao tamanho da massa.
Coloque os tabuleiros no forno, e deixe cozer por cerca de 22 a 25 minutos. A uns 5 minutos do fim deste tempo, retire de cima dos retângulos de massa os feijões e as folhas de papel vegetal, por forma a que a massa acabe de cozer e fique bem estaladiça e uniformemente douradinha (se não quiserem que a massa fique muito estaladiça e ligeiramente inflada mantenham os tabuleiros até ao final do tempo).
Quando a massa estiver crocante e bem douradinha, retire os tabuleiros do forno e deixe arrefecer um pouco. Depois, um a um, coloque-os em cima de uma tábua de cozinha e com a ajuda de uma faca de serra e uma régua, apare cada retângulo até obter 3 com 18x27cm. Depois corte cada retângulo ao meio, no sentido do comprimento, obtendo 6 tiras com 9x27cm. Por fim corte cada tira em 3 partes com 9cm. Ao todo ficará com 27 retângulos de 6x9cm.

Pincele os retângulos com um pincel de cozinha a fim de eliminar as migalhas de massa que possam ter ficado agarrados aos mesmos.

Com uma colher de pau, mexa bem o creme pasteleiro arrefecido a fim de obter um creme bem sedoso. Encha um saco de pasteleiro com o creme.
Cubra 9 retângulos de massa com creme pasteleiro e coloque retângulos de massa por cima de cada um, fazendo uma ligeira pressão. Leve ao frigorífico para que o creme pasteleiro fique firme.

Coloque os últimos 9 retângulos de massa folhada sobre uma grelha e cubra toda a superfície dos mesmos com o icing fondant branco, por forma a que não se veja a massa folhada por baixo e o mesmo fique com toda a superfície bem coberta. Com um saco de pasteleiro ou uma seringa de pasteleiro recheado com o icing fondant de chocolate, desenhe 6 linhas finas e separadas, em todo o comprimento do retângulo coberto com o icing fondant branco. Com a ajuda de um pau de espetada ou de um palito, arraste delicada e verticalmente, o icing fondant de chocolate. Repita o processo sobre toda a superfície e com distanciamentos de cerca de 2cm da linha anterior, mas no sentido inverso ao da linha anterior, até toda a superfície estar com um espeto de teia de aranha.
Coloque os 9 retângulos decorados num tabuleiro e leve-os a refrigerar.

Quando o creme pasteleiro dos 9 retângulos preparados anteriormente estiver firme, retire-os do frigorífico e cubra a superfície com o restante creme pasteleiro. Finalize com os retângulos decorados com icing, pressione suavemente e leve de novo a refrigerar.

Antes de servir e com as costas de uma faca alise com muito cuidado as laterais dos mil folhas de forma a que o creme fique lise e uniforme.


E agora tente comer sé um!


5 comentários:

  1. Bem, é o terceiro comentário que tento deixar, espero que funcione: as fotos estão lindas e os mil folhas uma verdadeira decadência!!
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Uau! Que mil folhas apetecíveis e absolutamente irresistíveis! Ficaram com um excelente aspecto e as fotos estão lindas!

    Vou guardar a receita!

    Beijinhos

    De aprendiz a chef

    ResponderEliminar
  3. Querida Marta,
    Estou tão feliz que tenhas feito a massa folhada e olha que não foi nada sorte de principiante, porque é mesmo fácil. Mais fazes, mais concluis que é fácil e mais ficas viciada em massa folhada caseira. Nada de compra!! O sabor não se compara...
    Ficou tão linda e tão folhadinha e que lindos ficaram os teus mil folhas. As fotos estáo óptimas mas sim, percebo a frustração de quando idealizamos um contexto ou cenário e não sai o que idealizamos, pois acontece-me o tempo todo.
    Um beijinho querida e a ver se ainda te trago maçãs este mês :)).
    Lia

    ResponderEliminar
  4. Olá Marta, vim agradecer o seu comentário lá no meu blog :) e encontrei este mil folhas maravilhoso :) o bolo preferido do meu gulosinho, já fiz algumas vezes normalmente em festas e ele fica chateado, porque sobra sempre muito pouco para ele, assim pequenino nunca fiz :) ficou lindo apesar desse pormenor da cobertura :)
    Pois é esta coisa das bloguices ou se faz por gosto ou não resulta, nem bem e nem assim assim, é uma arte como outra qualquer :) volte sempre, mas entendo que não seja assídua, eu também não sou nem do meu hehe :O o tempo é pouco para tudo que precisamos fazer
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Ai este mil folhas Marta...amei! E agora comia um :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...