1 de abril de 2019

Abril é mês de...


À medida que a primavera se instala, os dias ficam maiores, a natureza renova-se e a nossa atitude claramente torna-se mais positiva e otimista. Renova-se a vontade de sair, fazer piqueniques, passeios em família e com amigos. Essa atitude também se reflete na nossa alimentação. Passamos a dar preferência a receitas mais leves e coloridas, aproveitando os frutos e vegetais bem coloridos desta estação.
Neste mês celebramos a Páscoa, com as suas iguarias bem típicas: o borrego, o cabrito, os folares, os pães de ló, as amêndoas e ovos de páscoa.
O que importa mesmo é que aproveitemos ao máximo a potencialidade deste mês fabuloso.

Para celebrar este mês de abril, decidi escolher um vegetal. É um vegetal vibrante, com uma cor que particularmente adoro e que é riquíssimo nutricionalmente.
Falo da Beterraba!



Assim, deixo de novo o convite: juntem-se a mim, e até ao último dia do mês de abril, inclusive, tragam uma receita, talvez aquela que tantas vezes tem ficado em lista de espera, ou aquela que repetem vezes sem conta nas vossas cozinhas sem que lhe tivessem dado o devido destaque, ou a outra que é de família, a que tem um segredo, aquela que desperta memórias… A única regra é que destaque a beterraba como ingrediente!

Deixem o link da vossa receita nos comentários desta publicação. Se não tiverem blogue podem enviar-me um mail com a receita e uma foto e eu farei a sua publicação, com os devidos créditos.
Poderão também identificar a vossa receita com a hashtag #martaingredientofthemonth, criada pela querida Lia para este desafio!
No final do mês, temos a promessa de uma mesa recheada de coisas boas, onde nos vamos poder juntar todos, a celebrar uma paixão que nos une: a culinária!

Boas receitas!




A beterraba é uma raiz tuberosa rica em açúcar, proteínas, vitaminas A, B1, B2, B5, C, potássio, sódio, fósforo, cálcio, zinco, ferro e manganês. É bastante versátil, podendo ser consumida crua, grelhada, cozida, assada ou em forma de sucos.


É um vegetal doce que se destaca pela sua riqueza em ferro, tanto na raiz quanto nas folhas, sendo capaz de auxiliar contra a anemia ferropriva. Sua vitamina C é potencializada por sua ação antioxidante, mas a maioria dos especialistas defende que a vitamina C da beterraba é metabolizada apenas quando consumida crua.
Embora tipicamente adquiram um belo tom vermelho-púrpura, também existem variedades de beterraba de raiz dourada ou branca. As de coloração branca geralmente são usadas na extração de açúcar, enquanto que as de coloração vermelha são empregadas na alimentação.
As folhas de beterraba têm um sabor amargo, mas possuem uma personalidade viva e alegre. As folhas são extremamente ricas em nutrientes, com uma alta concentração de vitaminas, minerais e carotenóides (beta-caroteno, luteína e zeaxantina) e podem ser preparadas tal como os espinafres.



Fontes:

3 comentários:

  1. Olá queria Marta, venho aqui deixar duas saladinhas bem simples mas cheias de sabor! Espero que gostes beijinho Grande
    Elsa
    https://flor-de-rosmaninho.blogspot.com/2019/04/carpaccio-picado-de-beterraba.html

    ResponderEliminar
  2. E uma sopinha de Beterraba também é maravilhosa!
    Com uma cor fantastica, sim porque os olhos também comem <3
    Beijo
    Elsa
    http://flor-de-rosmaninho.blogspot.com/2018/02/sopa-de-beterraba.html

    ResponderEliminar
  3. Boa noite, Martinha!
    Venho quase no fim do mês, mas ainda a tempo de participar no teu desafio deste mês.
    Aqui por casa gostamos muito de beterraba, e das mais variadas formas!
    Mas gulosa como sou, não poderia deixar de trazer um bolinho (adoro bolos com beterraba) e com um dos ingredientes que melhor combina, chocolate!
    Espero que gostes!
    Um grande beijinho e continuação de bom feriado,
    Paula G.

    http://sugar-bites.blogspot.com/2019/04/bundt-de-chocolate-e-beterraba.html

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...