19 de outubro de 2015

Como usar Óleo de Coco

Yum
É com grande satisfação que anuncio que recebi o convite para mais uma parceria. Da MyProtein. A Myprotein é a maior marca de suplementos desportivos do Reino Unido e lançou recentemente o seu site português.

Tive oportunidade de escolher 2 produtos e um deles foi o óleo de coco. Já tinha encontrado algumas receitas com este óleo, de modo que a minha curiosidade era grande em relação a este ingrediente. E sendo de coco, um alimento que gosto, a escolha foi logo imediata.




Ainda que a utilização possa ser sempre intuitiva, acho que devemos saber sempre um pouco sobre o que utilizamos, por isso aqui ficam algumas particularidades/curiosidades sobre este óleo.


Existem 2 tipos de óleo de coco, o extra virgem - considerado o mais saudável - e o óleo de coco refinado. O óleo de coco refinado tem um sabor menos intenso, e se o escolher por esta razão prefira um de alta qualidade.
Apesar do facto do óleo de coco conter um elevado nível de gorduras saturadas, os seus ácidos gordos oferecem uma variedade de benefícios para a saúde, como a redução do mau colesterol (LDL), prevenção de doenças cardiovasculares e propriedades anti-inflamatórias. O extra virgem é o novo queridinho das dietas. Além de potencializar a queima de calorias, traz a sensação de saciedade, diminuindo a fome. Contundo há que ter atenção ao seu uso uma vez que utilização de gorduras saturadas na alimentação deve ser sempre feita com alguma moderação.


Quando usado na culinária, dá um leve sabor doce de coco à comida, por isso é conveniente que se faça uma introdução gradual, e aconselha-se que se comece por cozinhar alimentos que sejam completados pelo sabor de coco. Numa fase inicial pode-se inclusive misturar o óleo de coco com outros tipos de gordura, para se ir habituando ao gosto.

O óleo de coco é naturalmente sólido à temperatura ambiente, por isso quando usado em receitas, recomenda-se que se introduza os restantes ingredientes à temperatura ambiente ou ligeiramente mornos. Se juntar os ingredientes frios fará com que o óleo comece a solidificar de novo, criando pedaços.
Por ser uma gordura saturada, o óleo de coco possui moléculas muito estáveis, que não oxidam com o calor. O óleo de coco refinado pode tolerar temperaturas até 232°C e o óleo de coco extra virgem tolera temperaturas até aos 177°C, o que faz deles uma excelente escolha para quando se quer refogar alimentos.

Na substituição directa de manteiga por óleo de coco, recomenda-se que use ¼ da quantidade que usaria de manteiga. O óleo de coco é gordura quase pura, enquanto a manteiga não o é.
No caso de a receita precisar da humidade que a quantidade total de manteiga forneceria, pode compensar adicionando um quantidade pequena de líquido, como leite ou água.
Na maioria das vezes, o óleo de coco substitui muitos outros óleos e gorduras sem incidentes, mas como as suas propriedades são ligeiramente diferentes, é possível que em algumas receitas ele não funcione como uma substituição perfeita.

Se usar o óleo de coco em substituição de outro tipo de óleo líquido, é aconselhável derrete-lo para garantir a obtenção de uma medida igual e precisa. Esta operação também ajuda a distribui-lo mais uniformemente na mistura de ingredientes.
No caso de o estar a usar para substituição de outra gordura sólida deve pesá-lo também na sua forma sólida.




O óleo de coco pode ser derretido no microondas, ao lume ou em banho-maria. Para derreter no microondas, retire uma quantidade que seja aproximada à que você precisa para cozinhar. Aqueça em intervalos de 15 segundos, mexendo entre cada intervalo, até que o produto esteja completamente derretido. Meça na forma líquida e derreta mais óleo, se necessário, ou deixe o restante solidificar.
O óleo de coco pode ser fundido com segurança diversas vezes.
Para aquecer no lume, coloque a quantidade desejada numa panela pequena, e leve a lume baixo, mexendo sempre, até que fique líquido.

O coco é usado com frequência na cozinha tailandesa e indiana, por isso o sabor suave de coco no óleo naturalmente completa os outros sabores.
Além da introdução em receitas de panificação ou de cozinha tradicional, e como o produto tem um sabor muito agradável, pode ser usado também para temperar saladas, em sopas e em sumos.


Agora é só escolher uma receita e pôr mãos à obra! J

Fonte: http://pt.wikihow.com

6 comentários:

  1. É cada vez mais popular, e estas dicas serao, certamente, muito uteis para quem pretende introduzi-lo na alimentaçao! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim é cada vez mais popular. Para mim foi importante esclarecer algumas dúvidas. Espero que seja útil para outros também.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Não conhecia o óleo de coco mas fiquei bastante curiosa.

    Visite-me em Gulosoqb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu comecei a ver algumas receitas com óleo de coco há relativamente pouco tempo, e também fiquei muito curiosa.
      Posso dizer que é muito bom e fácil de usar.

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Já usei várias vezes óleo de coco e adoro. Tanto para bolos como para comida é uma maravilha... E fruta frita em óleo de coco? Banana, ananás, maçã... Fica mesmo boa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho de experimentar em fruta também, deve ser maravilhoso!!

      Beijinhos

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...