4 de julho de 2016

Compota de Pêssego

Yum


Os pêssegos estão claramente no top das minhas frutas preferidas. Gosto muito de morangos, melancia e cerejas, mas pêssegos é paixão mesmo. De preferência aqueles amarelos, que quando os abrimos se separam logo do caroço, e que têm um aroma e um sabor como poucos… mas desses já raramente encontro à venda..
E a forma como mais gosto de os comer é claramente ao natural, de preferência bem lavadinhos, e dentada com eles…  J  com casca e tudo.
Felizmente tenho a sorte de conseguir pêssegos de qualidade e de produção controlada, tanto os que a minha sogra me traz como os que trago da PROVE. Este ano até tem sido mais os da PROVE do que da minha sogra, mas vou conseguindo…  e assim tenho a segurança que posso comer a casca à vontade, sem reservas, e tirar o maior proveito de todas as suas vitaminas e minerais.

E embora pareça uma contradição em relação ao que acabei de dizer, a primeira sugestão que trago é uma compota… até parece um desperdício usar pêssegos tão bons em compota… mas por outro lado quanto melhores forem os ingredientes que usarmos, melhores serão as receitas que fazemos com eles – e acerca disso ninguém tem dúvidas.
Por isso, acabei por fazer uma compota. Não sou grande amante de comer compotas só por si, mas gosto de as incorporar noutras receitas, numas panquecas, numa taça de aveia e iogurte, num cheesecake, no meio de uma bolachinhas… são inúmeras as suas aplicações; e como tenho em vista, uma ou duas sugestões para aplicar a compota, decidi que seria então essa a minha primeira proposta.
Não lhe introduzi muitos sabores, não queria que se perdesse o aroma delicioso que estes pêssegos tinham, e por isso juntei só um pouco de Vinho do Porto, para realçar o seu sabor.






Ingredientes:
500g de Pêssegos (3 grandes)
150g de Açúcar para Compotas (Gelificante)
Sumo de 1 Limão
½ cálice de Vinho do Porto

Preparação:
Lave muito bem e seque os pêssegos.
Corte-os em pedaços pequenos (eu mantive a pele) para um tacinho, e adicione os restantes ingredientes.
Leve a lume brando, e deixe ferver durante aproximadamente 20 minutos, mexendo de vez em quando.
Retire do lume e reduza a puré com a varinha mágica, se preferir a compota sem pedaços – como é o meu caso.
Distribua a compota por frasquinhos previamente esterilizados. Vire os frascos com a tampa para baixo de modo a criarem vácuo natural que ajuda a conservar o doce. Deixe repousar até arrefecer antes de os arrumar ou até ao momento de servir.




12 comentários:

  1. Se há coisa que o meu filho adora é comer ao pequeno almoço uma fatiazinha de pão com manteiga e a outra com uma compota qualquer - nada esquisito nisto, o miúdo! Não gosto de compotas de compra per se, pq têm tt porcaria adicionada, de modo que tento sempre ir fazendo um doce disto e outro daquilo ao longo do ano para satisfazer o miúdo. Nunca fiz de pessego, mas já guardei esta receita para provar, acho que o rapaz vai delirar - eu nem chego a cheirar as compotas, a última de morango voou!!
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Confesso que o verdadeiro louco por pêssegos cá em casa é o meu marido! Se eu digo que gosto então ele adora! Acho que esta compota lhe ia encher as medidas!! E se for em cima dumas panquecas de certeza que até o meu pequeno mais velho vai gostar! Óptima sugestão!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu e os pêssegos temos claramente um caso, de paixão!
      Esta Compota só veio reforçar ainda mais essa relação 😉
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Gosto muito de compotas e esta está com uma cor linda :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
  4. Marta meu doce,
    Eu também adoro pêssegos e nectarinas e familiares e só posso dizer-te que esta tua compota está de dar água na boca!!!
    Um beijinho linda,
    Lia

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito de pêssegos ao natural, mas também adoro compota feita com eles e essa parece mesmo boa! Como gosto mais deles verdes posso sempre fazer quando passarem do ponto :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto mais madurinhos melhor, sem dúvida!
      Beijinhos

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...