8 de agosto de 2021

Creme doce de Castanha

 

Nos próximos dias vou partilhar convosco as receitas que apresentei no workshop “Castanhas de Verão”.

São receitas muito simples tanto na confeção como nos ingredientes usados, onde tive a preocupação que o sabor e as propriedades nutricionais da castanha saíssem destacadas em receitas de sobremesas.

A castanha, apesar de ser um fruto do Outono, pode e deve ser consumida ao longo de todo o ano. Hoje em dia já é com alguma facilidade que a encontramos noutras opções como desidratada, congelada ou em farinha, o que permite que a possamos incluir na nossa alimentação mesmo no Verão e usufruir de todo o seu potencial como ingrediente saudável.

De todas as propriedades da Castanha, a ausência de glúten é certamente a mais conhecida, mas este fruto tem muitas mais propriedades que o torna um bom aliado numa dieta equilibrada e saudável.

As castanhas, ao contrário de outros frutos secos, são relativamente pobres em gorduras e calorias. No entanto são ricos em minerais, vitaminas e fitonutrientes. Outra característica é que são compostos principalmente por carboidratos de baixo índice glicémico. São absorvidos lentamente, pelo que não produzem picos de insulina e transmitem uma sensação de saciedade, ou seja, sentimo-nos satisfeitos sem necessidade de comer muito. São um ótimo snack.

 

Hoje começamos por um creme doce de castanha, que podem usar de variadíssimas formas; podem barrar numa bolacha ou pedaço de pão, acompanhar umas panquecas ou crepes, ao lado de um iogurte natural… num semifrio ou cheesecake… existem mais algumas propostas no blogue com compota de castanha. Espero que se sintam inspirados a reproduzir algumas e motivados a criar outras! 

 

 




Creme de Castanha

 

Ingredientes:

200g de Castanhas, cozidas e descascadas

100g de Açúcar

1 Chávena de Água

1 c. chá de Extrato de Baunilha

 

Preparação:

Faça uma calda levando, a lume brando médio, uma panela com o açúcar, a água e o extrato de baunilha.

Pique as castanhas num processador até obter uma farinha fina.

Quando o açúcar estiver dissolvido, e a calda começar a engrossar (cerca de 5 minutos), adicione as castanhas.

Reduza a intensidade do lume e mexa sem parar para não pegar ao fundo da panela. Mexa durante mais uns minutos até engrossar um pouco. (Eu deixo atingir o ponto de estrada – ao passar uma colher de madeira no fundo do recipiente, onde se encontra a calda, se formar como que uma estrada que deixe ver o fundo, a calda está em ponto de estrada- temperatura 110º C)

Retire do lume e guarde em caixas herméticas no frigorífico.

Se quiser preservar o doce durante mais algum tempo, distribua a compota por frasquinhos previamente esterilizados, tape e vire-os com a tampa para baixo de modo a criarem vácuo natural. Deixe repousar até arrefecer antes de os arrumar ou até ao momento de servir.

Notas:

Nesta receita, cozi as castanhas com um pouco de erva doce.  


2 comentários:

  1. Adoro castanhas.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.com/2021/08/papas-de-aveia.html

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...