11 de outubro de 2017

Churros de Castanha {Chestnut Churros}


A 21ª edição do Sweet World leva-nos até Espanha e desafia-nos a fazer uns deliciosos e emblemáticos churros.
Falamos de churros e automaticamente nos transportamos para Espanha e é impossível falarmos de Espanha sem nos lembrarmos de churros.
Por terras lusas temos as nossas farturas, que são primas direitas dos churros, e que me lembram invariavelmente de festas, romarias, roulottes, música “pimba” e muita diversão. Sim é um doce bem folião e que nos transmite boas vibrações e alegria. Digam lá se não são felizes quando comem uma doce fartura acabadinha de fazer, bem quentinha?
Bom, se por terras lusas é mais comum comer-se as farturas em festas e romarias populares, sendo um doce que não levamos comumente à nossa mesa, já por terras espanholas não é bem assim. É fácil encontrarmos este doce servido ao pequeno almoço ou lanche, e são várias as casas que os vendem. Lembro-me bem da minha primeira viagem a Espanha, bem ingénua, sem dominar minimamente a língua e bem novinha, peço um café e servem-me uma malga de café com leite e churros a acompanhar…eu que só queria um expresso bem curtinho e cheio de cafeína…

Curiosidades e folias à parte, este doce, como diz a Susana, deverá ser o tema mais fácil que alguma vez foi proposto no Sweet World. Não tem muitos ingredientes e a sua elaboração é facilíssima. Não senti dificuldade alguma na sua execução à exceção da parte da fritura, onde resida talvez o único senão. Fiz os churros por duas vezes, e da primeira a massa não ficou muito bem cozida. Estavam bons, desapareceram todos, mas não fiquei satisfeita com a sua consistência. Um bom churro deve ser estaladiço por fora e macio por dentro, e os meus tinham ficado demasiado al dente. Depois de os fazer lembrei-me da regra de ouro de fazer as Bolas de Berlim, e que consiste no facto do óleo estar quente mas não demasiado quente, ou corre-se o risco da massa cozer rapidamente por fora e ficar crua por dentro. Por isso na segunda fornada tive mais atenção à temperatura do óleo e ficaram muito, mas mesmo muito melhores.

Decidi introduzir só uma pequena alteração à receita apresentada pela Susana, que consistiu na introdução de farinha de castanha, e que acreditem faz TODA a diferença. O sabor é tão, mas tão bom!
Tive algum receio de fazer só com farinha de castanha, mas acho que ainda vou experimentar, ou pelo menos usar um rácio maior. Portanto esta é ainda uma receita em evolução 😊
Mas para primeira experiência correu muito bem, é bom e recomenda-se!
Espero que gostem da sugestão e se sintam inspirados a experimentar 😉




Ingredientes:
90g de Farinha de Trigo
30g de Farinha de Castanha Amálgama
1 c. chá de Fermento
240ml de Água
1 ½ c. sopa de Manteiga
1 c. sopa de Açúcar + para polvilhar
1 c. café de Sal Fino
1 Ovo médio
Canela em Pó (Opcional)
Molho de chocolate para acompanhar (opcional)
Bagos de Romã para acompanhar (opcional)

Preparação:
Leve ao lume num tachinho a água, com o açúcar, o sal e a manteiga. Quando ferver e a manteiga estiver derretida acrescente as farinhas juntamente com o fermento e envolva rapidamente, mexendo sempre até a massa ficar macia e uniforme. Deixe arrefecer um pouco e acrescente o ovo mexendo energicamente. Quando o ovo estiver totalmente envolvido na massa, passe-a para um saco de pasteleiro com um bico estriado e de diâmetro reduzido, cerca de 1,5 cm.
Coloque o óleo para a fritura ao lume. Quando estiver quente, a180ºC, comece a formar os churros diretamente sobre o óleo, cortando a massa com uma tesoura quando tiver o comprimento desejado. Não coloque muitos a fritar ao mesmo tempo, senão vai baixar muito a temperatura do óleo e os churros não ficam estaladiços. Deixe fritar uns minutos até estarem com a cor douradinha desejada. Retire os churros do óleo e coloque-os sobre papel absorvente. Repita até acabar a massa.

Polvilhe com açúcar e canela e sirva, de preferência ainda quentes ou mornos, na companhia de chocolate derretido e bagos de romã. 


5 comentários:

  1. A receita parece-me absolutamente extraordinária! E o aspeto fala por si! As fotos estão lindíssimas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. ficaram mesmo lindos!! n sou fã nem de churros nem de castanhas, mas o aspecto destes tenta-me a querer provar aahahahah

    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Adoro farinha de castanha, de certeza que ficaram deliciosos!

    ResponderEliminar
  4. Martinha, adorei esta tua ideia!
    Se ficaram lindos como ficaram imagino o sabor.
    Sabes que tenho farinha de castanha e nem sempre sei como usa-la de forma a tirar o melhor partido. Já que esta receita-base de churros correu tão bem, e por cá gostaram tanto, vou fazer a tua versão com castanha. Fiquei super curiosa! :)
    Muito Obrigada por mais uma tão boa participação.
    (Este mês estou com muita dificuldade em contribuir para a tua mesa :( mas ainda não desisti!)

    Bjinhos grandes

    ResponderEliminar
  5. Estão lindos Marta e com farinha de castanha!!
    Que máximo!
    Adoro farinha de castnha e tenho em casa e nunca uso mas dixaste-me a pensar nesta maravilha e numa execelente utilização para a mesma...
    Obrigada pela tua criatividade e por fazeres parte do nosso SW.
    Um grande beijinho e bom fim de semana,
    Lia

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...