14 de janeiro de 2018

Fettuccine Fresco de Castanha com Cogumelos e Ervilhas {Homemade Chestnut Pasta with Mushrooms and Peas}


Esta é uma daquelas receitas que estava em lista de espera há imenso tempo. E quando digo imenso, acreditem, é mesmo imenso. Primeiro foi ficando em fila de espera porque não tinha a máquina de fazer a massa e achei que valeria a pena esperar por comprá-la para fazer a massa de uma forma mais rápida e mais perfeita. Depois de comprar a máquina, posso dizer que esta ficou imenso, mas também mesmo imenso, tempo parada à espera na minha despensa. Sem conseguir explicar muito bem o porquê e apesar de ser uma daquelas experiências que desde sempre me fascinou e que queria muito fazer, cada vez que pensava em ir buscar a máquina, acabava sempre por arranjar uma desculpa qualquer para adiar o processo.
Mas no fim-de-semana passado, motivada não sei bem por que força maior, lá fui toda decidida buscar a máquina à despensa, e coloquei mãos à obra.
Não é segredo para ninguém que a massa fresca é muito melhor que a massa seca. Disso eu não tinha dúvidas, até porque felizmente já vamos encontrando massa fresca à venda. No entanto, poder participar em todo o processo, desde o pesar dos ingredientes até à última garfada é uma sensação indescritível. Aqui há dias a conversar com um chef amigo, ele contava-me que há uns tempos estava na cozinha a testar uma receita e começou a rir. Um dos colegas perguntou-lhe do que se ria e ele respondeu que se ria porque o que estava a fazer estava a resultar, estava mesmo a resultar e a alegria, a satisfação que sentia era tão grande que era impossível não exteriorizar a satisfação. Foi exatamente isto que eu senti quando acabei de fazer a massa, a cozinhei e a servi. Pura satisfação. Puro deleite. Completamente maravilhada por ter acabado de fazer esta receita, com a sensação que cozinhar é maravilhoso.

Espero que gostem e que ela vos inspire. Obrigado por estarem desse lado.






Fettuccine Fresco de Castanha com Cogumelos e Ervilhas
{Homemade Chestnut Pasta with Mushrooms and Peas}
Inspirada na receita de My Common Table

Ingredientes (3/4 pessoas):
200g de Farinha de Trigo “00”
100g de Farinha de Castanha Amálgama
4 Ovos pequenos, de preferência caseiros
300g de Cogumelos Castanhos frescos, limpos e fatiados finamente
1 chávena de Ervilhas, cozidas
300ml de Natas
Queijo parmesão, ralado na hora, adicionar a gosto
Tomilho fresco, só as folhas, q.b.
Sal e Pimenta moída na hora, q.b.



Preparação:
Para fazer a massa, combine as farinhas na superfície de trabalho, numa pilha, e faça um buraco no centro, deitando aí os ovos ligeiramente batidos. Com um garfo, começar gradualmente a empurrar a farinha para o ovo. Continuar até obter uma massa húmida e pegajosa, mas que se mantém unida. Com as mãos, juntar toda a farinha restante e, assim que esteja firme e seca, amasse por cerca de dez minutos. Embrulhe em película aderente e deixe descansar 30 a 60 minutos.
Após o período de descanso, divida a massa em porções, 4 ou 5.
Espalme cada porção com a mão antes de a passar na máquina, começando pelo nível 0. Dobre a lâmina da massa que obteve em três e repita o processo no mesmo nível. Passe a lâmina de massa, gradualmente nos níveis, até obter a espessura desejada (eu, usei o nível 4, mas, para o meu gosto ficou um pouquinho grosso. Teria preferido mais fina. fica o apontamento para a próxima). Polvilhe a massa com um pouco de farinha sempre que necessário para evitar que esta se agarre e seja mais fácil de trabalhar.
Assim que tiver as lâminas de massa, passe-as pelo acessório cortante para fazer fettucine. À medida que a massa cortada vai saindo, é importante ir apoiando com mão e polvilhar com um pouco de farinha para evitar que se cole.
Assim que tiver toda a massa formada e cortada, pode utilizá-la de imediato.


Coloque um tacho médio com bastante água e sal ao lume, e quando a água estiver a ferver coloque a massa. Leva cerca de 3 minutos a que a massa fique “al dente”.
Ao mesmo tempo, e para fazer o creme de cogumelos, coloque um fiozinho de azeite numa frigideira e leve ao lume. Quando estiver quente junto os cogumelos, previamente limpos e cortado em fatias bem finas. Deixe cozinhar, temperando com uma pitadinha de sal e pimenta, até que os cogumelos estejam tenros e tenham libertando grande parte da sua água. De seguida junte as natas e envolva bem. Deixe ao lume por um minuto ou dois e depois junte a massa cozida e escorrida. Se for necessário, juntar colheres da água de cozer a massa para deixar o molho mais cremoso. Por fim junte as ervilhas e envolva.

Sirva a massa de imediato com queijo parmesão ralado na hora e as folhas de tomilho.


2 comentários:

  1. Que bela massa.

    Beijinhos,
    Clarinha
    https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2018/01/empadao-de-bacalhau.html

    ResponderEliminar
  2. Posso juntar-me à mesa?
    Palavras para quê, Martinha! Uma excelente sugestão e produção.

    Abraço forte!!!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...