21 de agosto de 2012

O bolo da Mariana

Na passada sexta-feira a minha irmã entrou em minha casa com uma proposta desafiante.... decorar o bolo de aniversário da Mariana, a minha sobrinha "mai linda", com pasta de açúcar.... Calculo que, ao olhar para os saquitos onde ela trazia a pasta de açúcar cor de rosa claro e escuro, devo ter feito um sorriso bem amarelo e pateta, ao mesmo tempo que pensava "Ui! Agora é que me tramaste!"
Já várias vezes tinha visto bolos decorados, e bem bonitos, mas sempre achei que era uma arte para a qual eu não estava minimamente destinada....
"Olha que nunca fiz, e tenho a sensação que é complicado" - devo ter dito qualquer coisa deste género...
"A senhora do Festarolas disse que é bastante fácil, é como trabalhar plasticina!"
E lá estava ela, com a pasta de açúcar, e uns acessórios, super animada... eu não podia ser, de maneira nenhuma, desmancha prazeres.
"Ok, vamos a isso! Logo se vê o que sai! :)"
E assim ficou combinado...
No Domingo lá fui eu.

Bancada limpa e acessórios ao jeito. Açúcar espalhado como se fosse farinha, num leve manto.
"Ok agora é só usar o rolo e os moldes como se isto fosse plasticina" - dizia a minha irmã toda animada.
E lá começámos...
E começou a diversão!
Miúdos e graúdos!
Uns esticavam a massa, outros iam fazendo borboletas, de vários tamanhos; ora faz, ora desmancha;
"Essa está fininha demais! tens de amassar novamente!"
"Ok!"
"Então e se juntarmos as duas massas, a escura e a clara?"
"Parece-me bem! Aliás parece-me super bem!"
"Mãe está bom assim?"
"Está. Podes continuar!"

E lá fomos fazendo, e desfazendo, montando e desmontando, e por uns momentos tivemos todos a mesma idade!

Tenho de confessar que me diverti imenso, aliás que nos divertimos imenso, e à medida que o bolo ia ficando decorado, mais entusiasmadas íamos ficando com o nosso trabalho e com o resultado.
E eu virei fã da pasta de açúcar! :)

E para a minha sobrinha, Votos de muitas FE-LI-CI-DA-DES, muitos A-NOS de VI-DA, Tudo de bom do que a vida contém, com a certeza que quando a vida for mais dura eu estou aqui para o que precisares! Beijo enorme PRINCESA LINDA


Aqui ficam as fotos da aventura!


























18 de agosto de 2012

Trouxinhas de maçã

Não sei se partilham da mesma opinião que eu, mas a fruta este ano é muito boa. Ainda não comi fruta que não soubesse a fruta. O que me tem deliciado. Andava quase que de "desejos" por pêssegos, porque os que comi o ano passado sabiam a tudo menos a fruta. Os de este ano são maravilhosamente saborosos e cheirosos. Ah e as melancias! Que boas que são, bem vermelhinhas, bem docinhas!

E boa fruta, revela boas receitas.



Ingredientes (6 unidades):
Para a massa:
250ml de leite
125g de farinha de trigo
3 c. sopa de azeite
3 ovos pequenos + 1 gema
1/2 c. café de sal
Para o recheio:
3 maçãs (usei reineta)
75g de açúcar
1 pau de canela
25ml de vinho do Porto
canela em pó q.b.



Preparação:
Comece por fazer a massa dos crepes, juntando à farinha o leite aos poucos, depois os ovos e a gema. Bata tudo com uma vara de arames e, por fim, adicione o azeite. Volte a bater tudo muito bem e deixe descansar durante uma hora.
Descasque as maças, coloque-as num tacho com o açúcar, o pau de canela e o vinho do Porto, e leve a lume brando. Depois de cozidas esmague-as com um garfo, e reserve.
Coloque uma frigideira anti aderente (ou uma crepeira com cerca de 24cm de diâmetro) ao lume, e quando estiver bem quente, e com a ajuda de uma concha pequena ponha uma porção de massa na frigideira e rode-a por forma a espalhar a massa por toda a frigideira. Deixe cozer até que se formem bolinhas na masse. Vire-a, e deixe cozer do outro lado. Retire e repita a operação até acabar a massa. Vá colocando os crepes num prato e deixe arrefecer. Depois de frios, coloque uma porção de maçã no centro do crepe e junte os lados de forma a formar uma trouxinha. Coloque no prato de servir e salpique com canela.
Se quiser servir esta sobremesa quente, um pouco antes de levar à mesa, coloque no forno.

Sugestão de decoração: Sirva os crepes acompanhados de batido de framboesa.

Bom Apetite!


Fonte: Receita adaptada de Crepe de Maçã - Revista Sabe Bem Pingo Doce


14 de agosto de 2012

Wraps de atum para um dia diferente

Este domingo foi dia de pic-nic. Foi dia de colocar a rede ao ar. Foi dia de jogos. Foi dia de brincadeiras. Foi dia de tomar uma banhoca de água doce. Foi um dia diferente e bom. De comida diferente e em tudo boa.
Foi tãoooo bom. 


 Ingredientes para Wraps (4 unidades):
150ml de água
1 c. café de sal
50g de farinha de milho integral
50g de farinha de milho
100g de farinha de trigo
1 c. café de azeite

Ingredientes recheio ( para os 4 Wraps):
2 latas de atum
1 cenoura grande ralada
6 pepinos pequenos em conserva (cornichons)
1 c. sopa de salsa picada
4 c. sopa de maionese
8 folhas de alface



Preparação:
Comece por fazer a massa dos wraps, diluindo o sal na água morna. Junte todos as farinhas e o azeite e amasse juntando água aos poucos até obter uma massa elástica e homogénea. Deixe descansar durante pelo menos 30 minutos, tapada com um pano.
Entretanto prepare o recheio: abra as latas de atum e coloque a escorrer. Coloque o atum escorrido e desfeito dentro de uma taça. Junte a salsa picada, os cornichons picados, a cenoura ralada e a maionese. Envolva bem e reserve no frio.
Divida a massa em quatro partes e com a ajuda de um rolo, estenda-a de modo a formar círculos.
Aqueça uma frigideira anti-aderente de fundo grosso, e com um pedaço de papel de cozinha embebido num pouco de azeite, esfregue a frigideira já quente. Coloque os wraps a cozinhar de ambos os lados, e deixe arrefecer.
Coloque 2 folhas de alface em cada wrap. Distribua o recheio de atum pelos 4 wraps e enrole-os. Se for para consumir mais tarde, enrole-os em película aderente e reserve no frigorífico.

Muito bom apetite!

9 de agosto de 2012

Pizza de salmão com bróculos

Cozinhar salmão é sempre um prazer.
Desta vez foi um prazer dobrado, juntar um ingrediente que adoro com o gosto de ouvir os pimpolhos dizerem: PiZZAAAA!
É certo que quando eu disse é de salmão com bróculos todos torceram o nariz, todos olharam de esguelha...
Fez-me claramente lembrar um série de banda desenhada que costume ler, que quando os filhos perguntam o que é o jantar, e a mãe responde qualquer coisa do tipo "-guizado de legumes", o quadrado seguinte é a imagem dos pequenos com um ar agoniado e de língua espetada em sinal de agonia de uma refeição nada satisfatória... yuck, Argh!... que nojo....
Neste caso, foi m-a-i-s  ou m-e-n-o-s  a mesma imagem. Todos com aquele ar yuck...
A primeira dentada foi a medo e com desconfiança... mas depois veio a surpresa e o prazer de uma pizza deliciosa...  ah pois foi! :)




Ingredientes:
Para a base da pizza:
2 c. sopa de azeitonas pretas descaroçadas, picadas
300g de farinha de trigo integral
12g de fermento de padeiro
1 c. chá de sal
2 c. sopa de azeite
~200ml de água morna
1 c. de sobremesa de oregãos secos
Para a cobertura:
1 lombo de salmão (cerca de 150g)
1 cabeça de bróculos pequena
50g de bacon aos cubinhos
1 c. sopa de azeite
1 embalagem (150g) queijo Especial Pizza Mozarella & Emmental Président







Preparação:
Misture a farinha integral com o sal, o azeite, as azeitonas e os oregãos. Dilua o fermento na água e junte à farinha e mexa com uma colher de pau. Passe a massa para uma bancada de trabalho ou uma tábua polvilhada de farinha. Amasse muito bem até ficar lisa e maleável e sem se pegar às mãos (caso necessário acrescente mais farinha ou água). Deixe levedar por 2 a 3 horas. Findo este tempo estenda-a com o rolo até obter um círculo com 1 cm de espessura e coloque-a sobre um tabuleiro ou prato de pizza forrado de papel vegetal ou untado de azeite.
Enquanto a massa está a levedar, coloque ao lume um tacho com bastante água temperada de sal. Separe os raminhos dos bróculos, lave bem, e coloque-os no tacho com a água já fervente, e deixe cozinhar por cerca de 3 minutos, com o tacho destapado. Escorra e reserve.
Prepare o salmão cortando-o em cubinhos.

Pré-aqueça o forno a 180º.
Barre a base da pizza com o molho de tomate e por cima espalhe a mistura de queijos, reservando um pouco para a cobertura final.
Espalhe o salmão, o bacon, e os raminhos de bróculos, cubra com o restante queijo e  salpique com azeite.
 
Leve ao forno até que a massa esteja cozida e o queijo derretido.




6 de agosto de 2012

Tacinhas de Compota de pêra

Como faz a formiguinha?
Guardar para mais tarde desfrutar...





Ingredientes (rendeu 2 frascos de 200ml):
10 pêras médias/pequenas
1 maçã reineta
2 pau de canela
50ml de Moscatel de Setúbal
3 c. sopa de açúcar branco*
1 c. sopa de sumo de limão
2 c.sopa de amêndoa laminada

1 embalagem de massa quebrada (rende cerca de 14 "tacinhas")



Preparação:
Descasque a fruta, retire os caroços, e corte-a aos cubos pequenos. Coloque num tachinho com o sumo de limão, o açúcar, o Moscatel, os paus de canela, e leve a lume muito brando. Deixe cozinhar, muito lentamente, até que quase todo o liquido se evapore e a fruta esteja muito bem cozida. 
Retire do lume, e retire os paus de canela. Reduza a puré com a varinha mágica. Misture a amêndoa laminada, envolva, e distribua pelos frasquinhos previamente esterilizados. Vire os frascos com a tampa para baixo de modo a criarem vácuo natural que ajuda a conservar o doce. Deixe repousar até arrefecer antes de os arrumar ou até ao momento de servir.

Retire a massa da embalagem e desenrole-a. Com forminhas de queques voltadas com a abertura para baixo, calque a massa. Pique os círculos com os dentes de um garfo, retire-os com cuidado e coloque-os dentro das formas previamente untadas com óleo ou um pouco de manteiga. Leve-os aos forno previamente aquecido a 180º e deixe cozer até que estejam douradinhas.
Retire do forno e deixe-as arrefecer. Retire as tacinhas de massa das formas e sirva com a compota.


* - Eu coloquei só esta quantidade porque o doce seria para consumo imediato, e não gosto de açúcar em demasia. Se quiser fazer a compota para guardar durante mais algum tempo convém colocar açúcar na proporção de 1/1, ou seja 1kg de açúcar para 1kg de fruta.
** - frascos esterilizados - Lave muito bem os frascos e as tampas com água e detergente. Mergulhe os frascos abertos em água a ferver por 10 minutos. Escorra e leve a secar em cima de uma pano de cozinha, sem limpar para as fibras do tecido não aderirem ao vidro.


4 de agosto de 2012

Salada de batata mediterrânea

O Verão continua no seu auge. Os dias continuam grandes e solarengos e as refeições ligeiras ou as saladas têm dominado as nossas refeições.
Para mim esta salada serve perfeitamente como refeição principal. Servida fresca é uma ótima solução para um almoço de dia de praia! 



Ingredientes (4 pessoas):
~220g de grão de bico cozido e escorrido
~650g de batatas descascadas e cortadas em quartos
~150g de feijão verde, aparado, lavado e cortado ao meio
1 cebola roxa, cortada em quartos
2 c. sopa de salsa picada
1 c. sopa de azeitonas verdes descaroçadas, picadas
1 c. sopa de alcaparras, passadas por água e picadas
1 c. sopa de hortelã fresca picada
sal e pimenta preta q.b.
azeite e vinagre q.b.



Preparação:
Coloque água com um pouco de sal num tacho e deixe levantar fervura. Coloque o feijão verde, deixe levantar fervura de novo e deixe cozinhar cerca de 3 minutos. Com uma escumadeira retire o feijão para um passador e passe por água fria. Escorra e coloque numa saladeira. Coloque as batatas na mesma água e deixe ferver de novo. Coza durante cerca de 10 minutos. Escorra a água e junte as batatas ao feijão. Acrescente o grão de bico, a cebola, a salsa, a hortelã, as azeitonas, as alcaparras. Tempere de sal, pimenta, azeite e vinagre, e mexe delicadamente para combinar todos os sabores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...